Bill Gates cobra que Brasil aumente as doações aos pobres.

3 nov

Primeiro é preciso acabar com tanta desigualdade dentro do nosso próprio país. Será que ele sabe disso?

O fundador da Microsoft, Bill Gates, 56, que também é um dos maiores filantropos do mundo, defende que o Brasil eleve sua ajuda externa para as nações mais pobres e assuma responsabilidades globais, segundo mostra reportagem de Patrícia Campos Mello, publicada na edição desta quinta-feira da Folha.

A íntegra está disponível para assinantes do jornal e do UOL (empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha).

“O Brasil precisa deixar de gastar apenas dezenas de milhões de dólares em ajuda a outros países e passar a gastar centenas de milhões: isso não é uma enorme porcentagem do PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro”, disse ele à Folha.

Gates apresenta nesta quinta-feira, na cidade francesa de Cannes, sede de cúpula do G20, um relatório com propostas que garantam recursos aos países mais pobres mesmo se os temores de uma nova recessão global se concretizarem.

O fundador da Microsoft, Bill Gates, em evento nos EUA, no mês passado

Anúncios

Escreva sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: