Archive | Ciência e Tecnologia RSS feed for this section

#Brasil tem primeiro caso de suspeita de ebola

10 out

Paciente veio da Guiné, na África Ocidental, para o Paraná. Epidemia já tem mais de 8.000 casos em diversos países, a maioria no continente africano

Na Guiné, devido ao surto  do vírus ebola,  profissionais da saúde usam kits completos de segurança. A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou estado de emergência no país

Na Guiné, devido ao surto  do vírus ebola,  profissionais da saúde usam kits completos de segurança. A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou estado de emergência no país (European Commission/VEJA)

(Atualizado às 3h)

Autoridades sanitárias brasileiras investigam o primeiro caso de suspeita de ebola no país. O caso foi comunicado na noite desta quinta-feira pela Secretaria de Saúde do Paraná ao Ministério da Saúde. Informações preliminares indicam que o paciente, de 47 anos, veio de Conacre, capital da Guiné, em um voo com escala em Marrocos. Internado em um centro médico da cidade de Cascavel, ele será encaminhado para um hospital de referência no Rio de Janeiro e teve material coletado para fazer os exames. A expectativa é a de que nesta sexta as amostras sejam enviadas ao Instituto Evandro Chagas, onde será feita a análise para confirmar se o paciente é ou não portador da doença.

Natural da Guiné, o homem teve febre nos últimos dois dias, mas não apresentou hemorragia, vômito ou outros sintomas que caracterizam a infecção por ebola. Outras suspeitas são de que ele tenha malária ou dengue.

Atendido na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Brasília II, em Cascavel, o paciente está em isolamento. Por precaução, toda a unidade foi colocada em quarentena, assim como um número não divulgado de funcionários do centro médico. Pacientes que estavam na UPA de Cascavel foram transferidos para outros hospitais. Equipes do Ministério de Saúde e da Secretária Estadual estão a caminho do local. A expectativa é que o paciente seja transferido para o Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, no Rio, referência nacional para casos de ebola, na manhã desta sexta. O transporte será feito em uma aeronave da Polícia Rodoviária Federal.

O superintendente de Vigilância em Saúde do Paraná destacou que o caso é apenas uma suspeita e que não há motivo para pânico entre os moradores da cidade. “Essa é uma doença que só se transmite com contato com secreções, sangue. Não há a mínima possibilidade de uma pessoa que esteve no mesmo ambiente, sem tocar no paciente, pegar ebola. Reforço que a população de Cascavel está segura”, afirmou.

A notícia aparece no mesmo dia em que o Secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa, afirmou que, embora baixo, existia o risco de o Brasil registrar um caso da doença. Pela manhã, ele disse que o sistema de vigilância montado era adequado e que instituições de saúde estavam em treinamento constante para identificar casos suspeitos e para adotar as medidas de segurança necessárias, caso isso ocorresse.

O mundo enfrenta a pior epidemia de ebola da história. Foram registrados 8.011 casos na Guiné, Libéria e Serra Leoa, com 3.857 mortes, de acordo com dados da Organização Mundial de Saúde. Nigéria, Senegal, Estados Unidos e Espanha apresentaram transmissões localizadas. Juntos, foram contabilizados nestes países 21 pacientes com a doença e oito mortes.

Vírus – Transmitida por um vírus, a doença é fatal em cerca 65% dos casos. A infecção ocorre através do contato com sangue, fluidos corporais da pessoa infectada ou do animal doente, como macacos, capivaras e porcos-espinhos. Ao contrário de outras doenças, no entanto, a transmissão ocorre quando o paciente já apresenta os sintomas da infecção. Os principais são febre, fraqueza, dores abdominais, vômito e hemorragias. A incubação – período entre o contágio e a manifestação dos primeiros sintomas – pode variar entre 2 a 21 dias. Não há remédio específico para o ebola.

Em agosto, o Centro de Operações de Emergência em Saúde do governo federal acionou o nível dois de emergência, o penúltimo na escala de gravidade, que permite o deslocamento de equipes federais para regiões com suspeita da doença no país sem a necessidade de autorização dos governos locais.

Desde que a Organização Mundial de Saúde decretou emergência, o Brasil adotou um conjunto de medidas para prevenir a transmissão e permitir a rápida identificação de um caso suspeito da doença, com isolamento e tratamento.

O grupo Executivo Interministerial para Emergências em Saúde Pública foi convocado, videoconferências semanais com todos os Estados são realizadas, simulações foram feitas em hospitais de referência e em aeroportos. De acordo com o plano traçado, casos suspeitos devem ser encaminhados para hospitais de referência. Esses hospitais, no entanto, fazem apenas a primeira triagem. Casos confirmados, de acordo com a estratégia, devem ser enviados para dois hospitais: Instituto Nacional de Infectologia, no Rio e Hospital Emílio Ribas, em São Paulo. O teste de diagnóstico para comprovação da infecção é feito no Instituto Evandro Chagas.

Fonte: veja abril

#Tempestades solares atingem a Terra nesta semana

17 set

Tempestades poderosas como as de agora ocorrem entre 100 e 200 vezes durante um ciclo solar

 Tempestades solares atingem a Terra nesta semana

Uma rara explosão dupla de tempestades solares magneticamente carregadas atingirá a Terra na noite de quinta (18) e sexta-feira (19). Segundo especialistas da área de monitoramento do clima espacial, existe a preocupação de que sinais GPS, comunicações por rádio e transmissões de energia possam ser interrompidos.

A tempestade pode gerar alterações no campo magnético do planeta. Essa interferência pode provocar alterações momentâneas em satélites, nas transmissões de rádio e até mesmo no sistema energético, mas não causará danos estruturais. Mesmo assim, o evento já mostra suas consequências. Algumas companhias aéreas foram forçadas a desviar seus voos entre os polos.

Explosão solar dupla

Chamada de ejeção de massa coronal, a tempestade solar é gerada por explosões internas da estrela. Contudo, recentemente houve uma explosão dupla no Sol, fazendo com que os seus possíveis efeitos na Terra gerem preocupações entre os especialistas.

O Solar Dynamics Observatory, órgão da Nasa, detectou duas explosões de classe X na última terça e quarta (A classe X é o índice mais forte na escala). Devido ao fenômeno raro, o Centro de Previsão Climática, da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos (Noaa) também soltou alerta sobre os problemas temporários que a tempestade pode causar.

Fontes:
Agência Espacial Brasileira
Agência Brasil
Associação Baiana de Geólogos 

Colonização de Marte tem mais de mil candidatos

3 jan

Imagens de Marte captadas pelo veículo robótico da Nasa, em 9 de dezembro de 2013.

NASA/JPL-Caltech/MSSS/AFP/Arquivos

Imagens de Marte captadas pelo veículo robótico da Nasa, em 9 de dezembro de 2013.

Mais de mil pessoas foram pré-selecionadas para formar parte de um grupo de primeiros colonos do planeta Marte, em 2025, informou nesta quinta-feira a companhia holandesa Mars One, autora do projeto.

A seleção foi realizada a partir de 200 mil pessoas, de 140 países, que se inscreveram para fazer parte da primeira onda de colonização do Planeta Vermelho. No total, 1.058 candidatos passaram à segunda fase da seleção, segundo a Mars One.

“O desafio com os 200.000 inscritos era separar os que pensamos ser capazes – mental e fisicamente – para a missão de embaixadores humanos em Marte dos que não levam o desafio a sério”, disse Bas Lansdorp, fundador e presidente da Mars One.

A Mars One vai selecionar agora, em várias fases, os 24 colonos que devem viajar a Marte em seis grupos de quatro pessoas.

Os colonos, que jamais poderão regressar à Terra, deverão viver em pequenos habitats, encontrar água, produzir oxigênio e cultivar seus próprios alimentos.

O projeto enfrenta muito ceticismo, mas entre seus apoiadores está o Nobel holandês Gerard ‘t Hooft, ganhador do prêmio de Física em 1999, que aparece em um vídeo promovendo a Mars One no site de financiamento coletivo Indiegogo.

Até agora, as agências espaciais ao redor do mundo só conseguiram enviar sondas robóticas a Marte, sendo a última a Curiosity, da Nasa, estimada em US$ 2,5 bilhões, e que pousou no planeta vermelho em agosto de 2012.

Se for bem sucedida, a Mars One será a primeira iniciativa, tripulada ou não tripulada, a explorar outro planeta.

Fonte: noticias.br.msn.com

Pesquisadores obtêm células-tronco de embrião humano clonado

17 maio

Técnica usada em universidade dos EUA é a mesma aplicada para gerar a ovelha Dolly. Resultado abre portas para tratamento de doenças como Parkinson, mas responsáveis alertam que não se trata ainda de clonar humanos.

Um grupo de cientistas norte-americanos conseguiu, pela primeira vez na História, obter células-tronco humanas com o mesmo DNA de uma célula adulta. O trabalho, publicado na revista Cell, é o primeiro caso bem-sucedido da aplicação em pessoas da técnica de clonagem que deu origem, por exemplo, à ovelha Dolly.

O anúncio é feito após 15 anos de pesquisas insistentes e uma série de fracassos científicos. Mas, segundo os autores do estudo, não se trata ainda de obter pessoas clonadas, mas sim de chegar à chamada fase de blastocisto do embrião para extrair as células-tronco.

O que os pesquisadores da Universidade de Ciências de Oregon conseguiram foi transferir o núcleo da célula da pele, contendo o DNA de uma pessoa, para a célula de um óvulo, de onde foi retirado o material genético. O núcleo de uma célula adulta uniu-se, então, com um óvulo que produz células-tronco.

– As células-tronco obtidas por essa técnica demonstraram a sua capacidade de se diferenciarem, como as células-tronco normais, em diferentes tipos de células nervosas, hepáticas e cardíacas – explicou o coordenador da pesquisa, Shoukhrat Mitalipov.

As células-tronco também chamadas estaminais são as únicas que têm a capacidade de se diferenciarem em todo o tipo de células do organismo e de se multiplicarem sem limite, apresentando, assim, um grande potencial terapêutico.  Segundo cientistas, elas são promissoras no tratamento de doenças como Parkinson e esclerose múltipla.

A pesquisa da Universidade de Oregon, feita após um bem-sucedido teste do mesmo tipo com macacos, tem o mérito, segundo especialistas, de não usar embriões fertilizados – o que poderia levantar questões éticas.

 

17/5/2013 9:00
Por Redação, com DW – de Nova York, EUA

Astrônomos detectam açúcar ao redor de uma estrela jovem

30 ago
Cientistas detectaram moléculas de glicoaldeído no gás da estrela IRAS 16293-2422, que fica a 400 anos-luz da Terra
EFE | 29/08/2012 16:16:55

 

ESO/NASA/JPL-Caltech/WISE Team

Imagem em infravermelho da região Rho Ophiuchi , com a estrela IRAS 16293-2422 no centro do quadrado branco e no destaque, ilustração de moléculas de glicoaldeído

Uma equipe internacional de astrônomos detectou pela primeira vez açúcar ao redor de um estrela jovem, informou nesta quarta-feira o Observatório Austral Europeu (na sigla em inglês, ESO), sediado na cidade de Garching, no sul da Alemanha.

Através das observações do radiotelescópio ALMA, situado no Deserto do Atacama (Chile), no planalto de Chajnantor, a 5 mil metros de altura, os cientistas conseguiram captar moléculas de glicoaldeído no gás que rodeia a estrela binária jovem IRAS 16293-2422, que possui uma massa similar a do Sol e está localizada a 400 anos-luz da Terra.

“No disco de gás e pó que rodeia esta estrela de recente formação encontramos glicoaldeído, um açúcar simples que não é muito diferente ao que adicionamos em nosso café”, assinalou Jes Jorgensen, do Instituto Niels Bohr da Dinamarca e principal autor do estudo.

Segundo o astrônomo, “esta molécula é um dos ingredientes na formação do ácido ribonucleico (RNA), que, assim como o DNA, é um dos ingredientes fundamentais para a vida”.

“O que é realmente fascinante é que as observações realizadas com ALMA revelam que as moléculas de açúcar estão caindo em direção a uma das estrelas do sistema”, indicou Cécile Favre, da Universidade de Aarhus (Dinamarca).
Desta forma, este achado demonstra que os elementos essenciais para a vida se encontram no momento e lugar adequados para poder existir nos planetas que se formam ao redor da estrela.

O glicoaldeído já tinha sido avistado no espaço interestelar anteriormente, mas esta é a primeira vez que se localiza tão próximo de uma estrela deste tipo, com distâncias equivalentes às que separam Urano do Sol em nosso próprio sistema solar.

“Essa descoberta levanta uma grande dúvida: quão complexas podem vir a ser estas moléculas antes que sejam incorporadas a novos planetas? Isto poderia nos dar uma ideia a respeito da forma como a vida pode se originar em outras partes”, ressaltou Jorgensen.

Segundo o cientista, as observações com o Grande Conjunto Milimétrico/Submilimétrico de Atacama (ALMA), caracterizado por uma grande precisão e sensibilidade, “serão de vital importância para desvendar este mistério”.

#Índia anuncia que enviará missão a Marte em 2013

18 ago

Primeiro-ministro confirma que país vai mandar sua primeira missão ao planeta para estudar seu clima e geologia

EFE | 15/08/2012 11:43:22

O primeiro-ministro da Índia, Manmohan Singh, confirmou nesta quarta-feira que seu país planeja uma missão espacial para Marte já em 2013, um objetivo que, segundo Singh, representará um “passo gigantesco” em matéria de ciência e tecnologia.

Segundo fontes citadas pela imprensa indiana, a primeira missão do país asiático a Marte tem o objetivo de pôr um veículo espacial na órbita marciana, o qual seria lançado através de um foguete já em novembro de 2013, para obter dados do clima, da geologia, da origem, da evolução e das condições de vida no planeta vermelho.

O anúncio do primeiro-ministro da Índia foi realizado durante seu discurso no aniversário da independência do país. “Nossa nave espacial irá a Marte e recopilará importantes informações científicas. Para nós, será um passo gigantesco em matéria de ciência e tecnologia”, afirmou Singh, de acordo com o comunicado oficial emitido por seu escritório.
Até o momento, o governo indiano já repassou US$ 2,25 milhões para o desenvolvimento do projeto, que está sendo desenvolvido pela Organização Índia de Investigação Espacial (ISRO). A Índia mantém um ativo programa espacial com periódicos lançamentos de satélites.

Há quatro anos, o país asiático lançou sua primeira missão à lua, a Chandrayaan 1, com a qual descobriu algumas evidências de água neste satélite natural da terra. No entanto, o programa espacial indiano recebe muitas críticas por parte de sua população, já que a grande maioria dos cidadãos do país vive em condições de pobreza.

Cientistas anunciam descoberta de possível Bóson de Higgs

6 jul

Pesquisadores anunciaram nesta manhã na Suíça que encontraram uma nova partícula que seria consistente com o que se espera da chamada “partícula de Deus”. Veja vídeo

iG São Paulo | 04/07/2012 05:24:35 – Atualizada às 04/07/2012 17:54:47

AFP
Ilustração mostra colisão de prótons medida pelo CMS na busca pelo bóson de Higgs

Cientistas anunciaram na manhã desta quarta-feira (4) que descobriram a existência de uma nova partícula subatômica que se comporta como o Bóson de Higgs. Ao colidir prótons, pesquisadores do CMS e do ATLAS – dois grupos de pesquisa que trabalham de forma independente em busca de Higgs – conseguiram criar no Grande Colisor de Hádron, no Centro Europeu de Pesquisa Nuclear (Cern, na sigla em francês), em Genebra, uma partícula com massa de 125,3 Gev.

Entenda: Perguntas e respostas sobre o Bóson de Higgs

A nova partícula está na região de massa 125-126 GeV. A observação do ATLAS foi em 126 GeV e a do CMS em 125 GeV. A medida GeV é o padrão para a massa das partículas subatômicas. Um GeV é equivalente a massa aproximada de um próton.

%d blogueiros gostam disto: